Mercedes-Benz A200 falha P06DA

Código P06DA – Código referente ao atuador de controle da pressão de óleo do motor. Onde o defeito está?


Assista ao vídeo abaixo ou leia o conteúdo completo sobre a falha no circuito elétrico do atuador de controle da pressão de óleo do motor do Mercedes-Benz A200 1.6 16V CGI Turbo Flex! O conteúdo é parte de uma live com o Suporte Técnico da Doutor-IE.

Inscreva-se no canal da Doutor-IE no YouTube e acompanhe as melhores dicas de reparação automotiva!

Veículo:

  • Mercedes-Benz Classe A (W176) 200 1.6 16V CGI Turbo Flex 156/156cv (270.910) – ano 2014

Detalhes iniciais:

  • Este foi um caso vivenciado por um de nossos colaboradores quando ainda trabalhava como mecânico de automóveis em uma oficina mecânica;
  • O veículo chegou na oficina com o código P06DA – Falha no circuito elétrico do atuador de controle da pressão de óleo do motor, gravado na memória da UCE.

Detalhes do sistema:

  • Este motor 1.6 16V da Mercedes-Benz é equipado com uma eletroválvula que faz o controle da pressão do óleo do motor, chamada de “atuador de controle da pressão de óleo do motor”;
  • Esta eletroválvula tem a função de regular a pressão gerada pela bomba de óleo, de acordo com as condições de funcionamento do motor. A regulagem de pressão alterna-se entre dois níveis: 2 e 4 bar. Visando a maior economia de combustível, a regulagem pode ser feita com as seguintes finalidades:
    • Aquecimento do motor: Na partida a frio, a pressão de óleo é mantida em nível baixo para que o motor aqueça mais rápido;
    • Aquecimento do óleo: Após o aquecimento do motor, a pressão de óleo é mantida em nível alto por um determinado tempo para que o óleo aqueça e fique com baixa viscosidade, visando reduzir as perdas por fricção no motor;
  •  Este componente encontra-se instalado na bomba de óleo, dentro do cárter, ficando apenas o conector do chicote elétrico para o lado de fora do bloco do motor.

Procedimentos realizados:

  • Primeiramente, com auxílio de um multímetro, realizou-se o teste de continuidade entre o conector do chicote da eletroválvula e a unidade de comando. Desta forma, constatou-se que não havia problemas no chicote do veículo, entre o conector do bloco e a UCE;
Teste de Continuidade - fios em perfeito estado
Teste de Continuidade – fios em perfeito estado

 

  • Após isso, ainda com o componente instalado, efetuou-se o teste de resistência elétrica, novamente com o auxílio do multímetro, e a medição apontou circuito aberto (resistência infinita), indicando um possível defeito no componente. O teste do valor da resistência de eletroválvulas é feito para averiguar se há algum defeito no solenóide (bobina) do componente;
Teste da Resistência Elétrica - circuito aberto
Teste da Resistência Elétrica – circuito aberto
  • Optou-se pela retirada do componente para realizar o teste de funcionamento na bancada de testes;
  • Realizou-se o teste de funcionamento e da resistência elétrica da eletroválvula, sem o chicote elétrico, e estava funcionando perfeitamente, o defeito não estava na eletroválvula.

Análise da situação:

  • Este componente é composto pela eletroválvula e pelo chicote elétrico da eletroválvula, que faz a conexão com o chicote elétrico do veículo;
Componentes do atuador de controle da pressão de oleo do motor
Componentes do Atuador de Controle da Pressão de Óleo do Motor
  • O chicote elétrico da eletroválvula é projetado para ficar em contato direto com o óleo no cárter do motor e este contato, geralmente com óleo em altas temperaturas, pode gerar o ressecamento do chicote e dos conectores do chicote e comprometer o acionamento da eletroválvula;
  • Assim, ao realizar o teste do chicote da eletroválvula, constatou-se que não havia continuidade em um dos fios, ou seja, o fio estava rompido. Com isso, confirmou-se que o defeito estava no chicote elétrico. As altas temperaturas causaram o ressecamento da parte interna do conector elétrico do chicote e isso comprometeu o envio do sinal de controle da UCE à eletroválvula.
Teste de Continuidade do Chicote - circuito aberto
Teste de Continuidade do Chicote – circuito aberto

Solução encontrada:

  • Substituição do chicote elétrico da eletroválvula.

Dica:

  • Os chicotes originais vendidos atualmente tiveram este problema corrigido, não há mais o risco de ressecamento precoce das partes plásticas que ficam sob altas temperaturas. Um jeito fácil de saber se este componente já foi substituído é observar a cor do conector elétrico visível no bloco do motor. As peças atualizadas vêm equipadas com um conector cinza, enquanto nas antigas o conector é preto;
Chicote Atualizado x Chicote Antigo
Chicote Atualizado x Chicote Antigo
  • Os códigos de peça originais da eletroválvula e do chicote elétrico são os seguintes:
    • Eletroválvula: A 278 180 04 15;
    • Chicote elétrico: A 274 150 01 20;
  • Assim, o reparador pode encomendar e fazer a substituição somente do chicote elétrico,      caso a eletroválvula esteja em boas condições.