Fiesta 1.3 (motor Endura) | Marcha-lenta alta (Acelerado)


Aplicação:

Ford Fiesta 1.3 (motor Endura) | sistema EEC-V OBD II

Característica:

A marcha-lenta fica continuamente superior a 1.500 RPM.

Testes realizados:

Foram revisados todos os itens que poderiam influenciar na marcha-lenta:

  • Teste do sensor de posição da borboleta. Seu sinal estava dentro da faixa ideal (de 0,750 VDC a 1,000 VDC - com a borboleta fechada);
  • Limpeza e posterior troca do atuador da marcha-lenta ISC;
  • Verificação de entradas falsas de ar;
  • Teste do interruptor da direção hidráulica - PSPS;
  • Teste do sensor de temperatura da água - CTS;
  • Teste dos interruptores do pedal do freio e da embreagem;
  • Tentou-se ainda “resetar” a UCE, desligando a bateria por 30 minutos. Porém o veículo continuou acelerado.

Solução encontrada:

Para solucionar o problema, foram desligados os 2 cabos da bateria e os mesmos foram interligados, “resetando” a UCE (figura 1).

Dica:

Uma das variáveis que influenciam no tempo de carga ou descarga de um capacitor em um circuito RC (resistor/capacitor) é a resistência elétrica do circuito que o compõe. Quanto maior for a resistência desse circuito, maior será o tempo de carga ou descarga do capacitor.
Interligar os cabos da bateria significa aumentar o fluxo de cargas entre as placas dos capacitores da UCE e, consequentemente, diminuir seu tempo de descarga. Portanto tal procedimento agiliza o “reset” das UCEs dos veículos injetados. Isso tem sido comprovado de maneira empírica, no dia-a-dia das oficinas reparadoras.

reset da uce

Ficou com alguma dúvida?
Veja o conteúdo sobre princípio básico de controle da UCE em outro post aqui do blog.

Quer ter acesso a mais conteúdos sobre a Fiesta ou outros veículos da Ford?
Conheça a Enciclopédia Automotiva Doutor-IE Online!