O que aconteceu no Circuito Doutor-IE?


Incrível”, “sensacional”, “bem organizado”, “muito conteúdo”, “impactante”…
Essas foram algumas das palavras que escutamos pelos corredores durante os breves intervalos.

Você não foi no evento do ano para reparadores? Saiba o que rolou durante o 1º Circuito de palestra automotivas Doutor-IE. Continue lendo e veja o clipe de resumo.

Por que em Florianópolis?

Floripa é cidade onde está localizada a Doutor-IE. Fica a dica: quem puder ficar mais uns dias, com certeza vai aproveitar e gostar das belezas naturais da ilha da magia!

Qual é o objetivo do evento?

Criar um evento único, inesquecível, 100% comprometido com o crescimento profissional do reparador automotivo.

A Doutor-IE idealizou esse evento porque sentia a falta de uma abordagem ampla, agregadora e conectada.

Para essa primeira edição trouxemos 12 palestrantes, professores, mestres, especialistas… 12 autoridades nos assuntos abordados! Foram 2 dias intensos, 18 palestras e mais de 20h de conteúdo.

Como foi o evento?

O início do evento foi muito divertido com a presença rápida e inusitada do Darci, famoso humorista manezinho da ilha. Foram boas risadas para descontrair antes da sequência de palestras.

A primeira palestra foi ministrada por Válter Ravagnani, o anfitrião e sócio-fundador da Doutor-IE, com o título “Seja bem-vindo ao mundo dos veículos híbridos e elétricos”. Os participantes puderam entender os tipos de veículos que já existem no mundo, quais modelos estão chegando no Brasil, as novas tecnologias, os principais componentes, além dos cuidados e ferramentas para o diagnóstico e reparo desses sistemas. Sem contar que nos intervalos estava exposto o veículo TOYOTA PRIUS GEN3 para demonstrações e outras explicações sobre o sistema do híbrido.

Depois desse primeiro show, muitas palestras aconteceram de forma simultânea. A dúvida era saber em qual palestra ir, já que os assuntos eram muito interessantes!

O Renê Engels, engenheiro mecânico e coordenador de desenvolvimento de software da Doutor-IE, palestrou sobre “Rede CAN: princípios, funcionamento, diagnóstico e tendências”. Um assunto muito interessante que poucos profissionais dominam, fundamental para diagnósticos complexos.

Anderson Fermino da Andercar (antes era Mecânica do Beto), referência na linha PSA, explicou e tirou todas as dúvidas sobre motor THP, câmbios AT6 e AL4, modo ECO e muito mais em sua palestra com o tema “Compartilhando experiências de diagnóstico e reparo Peugeot, Citroën e DS”.

Pausa para o almoço e diversão no Circuito Olímpico, um conjunto de provas que testou a destreza, experiência e conhecimento dos reparadores. Muito divertido!

Após a descontração, Fabiano Cardoso da Motortech desmistificou de forma didática muitas questões sobre os câmbios automatizados do mercado automotivo brasileiro, em sua palestra “Desvendando os câmbios automatizados”. Grande autoridade no assunto.

Válter Ravagnani voltou ao palco para explicar em detalhes o funcionamento e diagnóstico da pressão no cilindro e pressão no cárter, com sua palestra sobre “Transdutores de pressão e sensores de pulsos”, conteúdo muito avançado, o futuro do diagnóstico automotivo.

Maicon Pereira, consultor da Doutor-IE, palestrou sobre “Sistemas de segurança: Airbag / Freio ABS” tirando todas as dúvidas sobre sobre o diagnóstico e reparo dos sistemas de segurança, princípio de funcionamento, estrutura, fases de funcionamento, tipos de sensores e atuadores, além de dicas e testes.

Para o assunto de lubrificantes, Fabrício Galvani do canal Olho no Óleo foi afundo no assunto com a palestra “Especificações OEMs em lubrificantes: diferenças que fazem diferença”, abordando a composição e características dos produtos, além de cases com problemas e soluções.

Para finalizar o dia, rodada de palestras simultâneas com ADG e Válter.

Alexandre Dias Generoso, o ADG, contou como foi seu surgimento no mundo online na palestra “Redes sociais: os segredos da divulgação eficaz”. Sem contar nas preciosas dicas para você estar divulgando o seu negócio.

Válter Ravagnani ensinou como analisar e testar todos as sondas lambdas de banda larga do mercado nacional, com a palestra “Sensor de AF: Toyota, Honda, Ford e Bosch”.

No segundo dia do evento Circuito Doutor-IE o Diego Ferrazza, mais conhecido como Diego Velocímetros, explicou em sua palestra “Manutenção produtiva” como trabalhar de forma organizada, atender de 3 a 4 carros por elevador, e quais são suas estratégias para aumentar a eficiência e faturamento da oficina.

Válter Ravagnani continuou sua palestra sobre “Transdutores de pressão e sensores de pulsos”, dessa vez falando sobre pulsos no coletor de admissão e pressão da fumaça, como diagnosticar em segundos problemas mecânicos complexos que levariam horas. Muitos gráficos de oscilogramas ilustraram sua apresentação.

Nas palestras seguintes, rodada dupla sobre osciloscópio.

Emerson Teixeira da Scope Car (antes era Gold Car) foi afundo em sua palestra “Diagnóstico avançado dos sistemas primário e secundário de ignição”, esclarecendo os principais defeitos mecânicos e eletrônicos em motores ciclo otto através das formas de onda dos sistemas automotivos de alta tensão.

Roberto Felício, engenheiro da Doutor-IE, ensinou em sua palestra “Coloque o seu osciloscópio para trabalhar” como utilizar o equipamento, partindo do básico, configurando o aparelho, fazendo as principais medições e equipamentos auxiliares. Palestra muito rica e didática, sendo o pontapé inicial para muitos reparadores.

Nivaldo Orágio, instrutor automotivo, abriu a mente de todos os presentes com sua palestra “O reparador evolutivo”. Muitas dicas e técnicas de gatilhos mentais para estimular a percepção e busca pelo conhecimento, “aprendendo a aprender”.

Rômulo Pieta, engenheiro da Doutor-IE, trouxe a palestra "Oficinas de alto desempenho na era da informação" e explanou de forma visual como não ficar parado no tempo, formulou os 4 pilares do diagnóstico e trouxe exemplos práticos dos bastidores do desenvolvimento de informação técnica dentro da Doutor-IE. Uma visão macro que resulta em qualidade no trabalho, otimização do tempo e aumento de receita.

Válter Ravagnani subiu no palco pela última vez nesta edição com a segunda parte da palestra “Seja bem-vindo ao mundo dos veículos híbridos e elétricos”.

Maicon Pereira também palestrou sobre “Injeção direta: fundamentos e diagnóstico”, explicando minuciosamente as principais características e particularidades, demonstrou testes práticos e comparou os principais sistemas existentes no mercado. Para quem não trabalhava com injeção direta, este foi o momento da mudança.

Para finalizar o evento, o famoso ADG da High Torque trouxe em sua palestra "Administrando a oficina além da reparação" diversos pontos cruciais sobre gestão de oficinas, relacionamento com clientes, fidelização, aumento do ticket médio, entre outros. Enfim, vários macetes de quem montou a própria franquia de oficinas.

Ufa! Foi puxado, cansativo, um período de muito aprendizado, mas valeu muito a pena!

Quem esteve presente aproveitou!

Não deixe de ir na próxima edição, dias 07 e 08 de dezembro de 2019, em Florianópolis.

Curiosidades:

  • Foram consumidos mais de 1000 copos de café, 200kg de frutas e 75kg de bolacha.
  • 2 dias, 12 palestrantes, 18 palestras, 20 horas de conteúdo.
  • Pessoas de 17 estados diferentes estiveram presentes.
  • Depois de SC, os estados que mais estiveram presentes foram RS, SP, PR, RJ e MG.

 

O que disseram os participantes:

O que disseram os palestrantes: