Checklist para sua oficina ser referência


 

Em qualquer ramo de atividade é fundamental ter organização, objetivos definidos e controle das tarefas que estão sendo executadas. Em uma oficina automotiva não é diferente. Conheça a importância do checklist de entrada e checklist de revisão de veículos na oficina.

Download do CHECKLIST para oficina mecânica

 

A gestão é essencial para qualquer oficina, independente do seu porte e quantidade de funcionários. A maioria dos proprietários também trabalham com a “mão na massa”, mas não podem deixar de lado a parte administrativa do negócio.

Um item que auxilia no controle dos serviços é o checklist, um documento simples que pode fazer grande diferença na produtividade e eficiência da sua oficina.

Obs: no fim do texto temos um modelo de checklist para você baixar e usar no próximo veículo que entrar em sua oficina.

 

O que é um checklist de oficina?

Checklist vêm do inglês e significa “lista de controle”.

Basicamente, o checklist consiste em um documento projetado para a verificação e acompanhamento de atividades repetitivas, como é o caso da entrada e saída de veículos da oficina.

No cenário da reparação automotiva, o objetivo do checklist é listar itens de revisão e manutenção dos veículos.

Nele estão ordenadas diversas tarefas e atividades de forma sistemática para que o trabalho seja executado sem deslizes ou esquecimentos.

Se você não está acostumado com um checklist, pode parecer muita “burocracia”. No entanto existem muitos bons motivos para você começar a usar hoje mesmo.

 

Por que usar um checklist em minha oficina?

O checklist ajuda na organização e padronização do processo de atendimento, além de reduzir falhas. Ou seja, garante que nada seja esquecido pelo reparador.

Veja algumas vantagens em utilizar o checklist:

Documentação do serviço

Todas as informações ficam registradas, tanto as solicitações do cliente, quanto às verificações por parte do mecânico. Utilizar um checklist promove mais segurança tanto para o cliente quanto para a oficina. Dessa forma a expectativa de realização do serviço é alinhada entre as partes.

Profissionalismo na oficina

Inspecionar o veículo com um checklist demonstra profissionalismo. Utilizar um checklist soma positivamente para a imagem da oficina, assim como o fazer um bom atendimento, utilização de uniforme, ambiente limpo, etc. O cliente percebe que, desde o primeiro momento, o seu carro está sendo bem cuidado.

Produtividade com a equipe

O reparador terá uma listagem de tudo o que deve ser feito ou inspecionado no veículo. Dessa forma não há desperdício de tempo e, consequentemente, de dinheiro. O dono da oficina pode avaliar e perceber melhor o trabalho da sua equipe. Com o tempo é possível gerar relatórios para análise e inclusive estipular metas com base nos dados coletados.

Evitar erros e prejuízos

Com um checklist na oficina, você pode evitar muitos erros. Os principais problemas apontados pelo cliente são anotados e devem ser solucionados com prioridade. Ao fim do serviço, com o documento em mãos, o mecânico deve revisar se todos os itens foram verificados. Dessa forma nada será esquecido. Problema resolvido é sinônimo de cliente satisfeito.

 

Como deve ser o checklist de entrada de veículos da minha oficina?

Um checklist de entrada pode ser estruturado em algumas partes:

Informações do cliente e veículo

Primeiramente é importante registrar os dados básicos do veículo e serviço, como nome do cliente, email, telefone para contato, número da ordem de serviço, modelo do carro, ano de fabricação, identificação da placa, numeração do chassi, quilometragem, nível do combustível, data e hora de entrada e saída do automóvel.

Inspeção do automóvel

Uma inspeção rápida evita qualquer constrangimento ou desgaste com o cliente a respeito de algum objeto no interior, utilização indevida do carro ou qualquer outro problema com o veículo durante a realização do serviço.

Inspeção externa
Qualquer avaria deve ser registrada, como riscos ou amassados na lataria, nível de desgaste dos pneus, calotas, entre outros.

Inspeção interna
Verifique presença do estepe, macaco, chave de roda, triângulo, extintor de incêndio, manual do proprietário, documento do veículo, rádio, antena, tapetes, pendrive, chaves e utensílios pessoais.

Também verifique se o painel de instrumentos apresenta alguma luz de indicação acesa, ou alguma mensagem que necessite atenção. Muitos motoristas não percebem esses sinais.

Problemas apontados pelo cliente

Este é um campo muito importante, onde são anotados todos os problemas apontados pelo dono do veículo. Escute com atenção o que o cliente relata, pergunte em qual situação que ocorre, com qual frequência, em qual tipo de estrada. Investigue para facilitar o seu trabalho.

Assinatura do cliente

Por fim, o cliente deve assinar o checklist de entrada, validando e comprovando todas as informações que foram anotadas durante a inspeção inicial.

 

Checklist de revisão veicular

Aqui inicia o trabalho prático para o reparador. Quanto mais completo for o checklist melhor para a qualidade do serviço.

O que não pode faltar no checklist:

  1. Ar-condicionado e arrefecimento – funcionamento do sistema, presença de odores, possíveis vazamentos, verificar filtro de cabine e nível do reservatório do líquido de arrefecimento.
  2. Direção, Suspensão, Rodas e Pneus – verificar fluidos, coifas, buchas, amortecedores, condição dos pneus e banda de rodagem.
  3. Equipamentos de segurança – verificar cinto de segurança e estado do extintor de incêndio.
  4. Motor e transmissão – verificar óleo do motor, linha de combustível, filtro de ar, condições das correias e tensionadores, velas de ignição e sistema de ventilação do cárter.
  5. Sistema de freios e embreagem – verificar freios dianteiros e traseiros, nível do fluido de freio e embreagem, condição dos flexíveis.
  6. Sistema elétrico – efetuar a leitura de códigos de falhas, verificar iluminação interna, externa e sinalização.
  7. Demais verificações e procedimentos – verificar palhetas, esguichos, reservatório dos limpadores, além de analisar carroceria, assoalho e pintura.

Entretanto, se você quiser saber exatamente tudo o que deve ser feito para cada veículo que entra em sua oficina, você pode verificar as informações de revisão através da plataforma de dados da Doutor-IE, a Enciclopédia Automotiva Online.

Nesta ferramenta paga destinada para profissionais você seleciona primeiramente o veículo, informando ano de fabricação, montadora e motorização. Depois você terá todos os checklists de revisão do veículo, separados por quilometragem, por exemplo 10mil km, 20mil km, 30mil km, e assim por diante.

 

Bônus – Checklist de entrada e revisão em PDF para download grátis

Baixe agora o checklist de entrada de veículos em sua oficina e revisão.

Checklist para oficina mecânica
>> Baixe o checklist completo em PDF <<

Se você é um colaborador da oficina, leve este documento até o responsável técnico.

 


Quer ter acesso a mais conteúdos sobre revisões periódicas?
Conheça a Enciclopédia Automotiva Doutor-IE Online!